Pausa para Considerações

Eu sei que demorei a postar coisas novas no blog, mas, como vocês já devem ter notado, fiz uma viagem.

Costumo só colocar babaquices [1] aqui, mas não me contive dessa vez, por isso, se você quer ver coisas legais e engraçadas, pule para o próximo post. Pois bem...

Estou extremamente decepcionado. To me sentindo ridículo. Conhecer a Inglaterra me abriu os olhos pra eu perceber o quanto o Brasil é bizonho.

Me considero um cara de cabeça aberta e com conhecimento bom em relação à cultura internacional, mas eu não imaginava o quão atrasada nossa sociedade é.

Dou um exemplo bobo [2].

Aqui em Campinas - SP existe um programa chamado Bilhete Único que permite a uma pessoa pagar uma vez a passagem do ônibus e trocar de linhas o quanto quiser no período de uma hora sem pagar de novo.

Há um candidato, Carlos Sampaio, que diz que já passou da hora do bilhete único ter duração de duas horas.

Agora eu digo:

imagem do Brasil - BundaFiquei 15 dias em Londres e paguei ônibus 2 vezes. Aliás, não só ônibus. O sistema público de transporte é integrado. Ônibus, metro e trens urbanos são integrados. Eu paguei uma vez e andei sem limites durante UMA SEMANA! "Bilhete único" de uma semana!

É dessa vergonha que eu tô falando.

Além de pagar uma vez só, o povo é tão civilizado que não há cobradores e nem catraca. Você entra e "bate" o cartão num leitor e pronto. Não tem ninguém fiscalizando se você entrou no ônibus e bateu ou deixou de bater. As pessoas pagam porque são decentes, honestas, CIVILIZADAS! Aliás, até tem gente que não bate o cartão, mas, nas duas ocasiões que presenciei isso, eram brasileiros (envergonhei-me profundamente).

Eu poderia me empolgar (ainda mais), mas recebi ontem um texto atribuído ao Arnaldo Jabor (não posso confirmar [3]) que expressa bem como me sinto.

- Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca.

Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo só porque tem uma história de vida sofrida.
Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza.
Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade.
Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito.
Não são atitudes de gente solidária. São coisas de gente otária.

- Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.

Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.
Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.
Brasileiro tem um sério problema, quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.

- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.

Alguns são! Alguns!
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe, lá no fundo, que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.
Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.

- Brasileiro é um povo honesto. Mentira.

Já foi! Hoje é uma qualidade em baixa. Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso. Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.

- 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira.

Já foi! Hoje a realidade é diferente. Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal.
Se a maioria da favela fosse honesta cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

- O Brasil é um pais democrático. Mentira.

Num país democrático a vontade da maioria é Lei. A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.
E ainda somos obrigados a votar. Democracia isso?

- O famoso jeitinho brasileiro.

Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira. Brasileiro se acha malandro, muito esperto.
Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.
No outro dia, o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação.

Para finalizar tiro minha conclusão:

- O brasileiro merece!

Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado aqui, meus sentimentos.
Amigos, continuem fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país.

P.S. Se estiverem se perguntando... a imagem é a primeira do Google quando se pesquisa Brasil [4].

[1] Mas legais =D.
[2] Mais exemplos: Todos museus de graça, Rua sem lixo algum, Transporte Público extremamente amplo e eficiente...
[3] Segundo o Adriano Macêdo não foi o Jabor, mas eu também não posso confirmar. Resumindo... só porque eu escrevi na Wikipédia que o Silvio Santos era um dos Teletubbies não significa que ele era. =)
[4] Meio chato para imagem do país, mas que bunda hein?

10 bedelhos metidos:

Adriano Macêdo disse...

99% dos textos, que chegam por e-mail para os brasileiros, são assinados pelo Arnaldo Jabor. Mentira. 99% desses textos são apenas SPAMs e o próprio Jabor declarou que ele não teria tempo no mundo de escrever tanta coisa assim e jogar na internet. Em geral, esses textos são carregados de ódio e desprezo, apesar de conterem algumas rápidas verdades, bem duras, aqui e acolá mas também dezenas de inverdades que, ditas de uma forma agressiva, querem se tornar verdades à força.

É preciso então ler esses textos "pseudo" assinados com muita atenção pois é fácil achar que eles são reflexivos, sensatos e corretos mas isso não é sempre é verdade pois verdade imposta, goela abaixo, não é verdade.

Dot disse...

96,42% das estatísticas encontradas na internet não são confiáveis.
99% dos textos atribuídos ao Jabor não são dele.
1% dos textos atribuídos ao Jabor são do Pedro Bial.
82% das referências ao Bial no Google levam à Jessica Biel.
15% de 200 dá 30.

Robert A. Donnelly Jr., Ph.D. disse...

You should google my name and check my book.

Jesus Negão disse...

A cada 39% dos nêgo que nascem nessa cidade são pretos.
4% dos 7% dos nêgo que estudam nas faculdade são preto.
A cada 2 crianças que nascem nêga, uma morre preta.
80% dos nêgo preto morrem queimado nêgo.

Segundo os dados da Ceagesp de Santa Catarina:
7% dos brancos divididos por 7% dos nego dá 7 pretos.
4 vezes 15 preto dá vinte nego.
30% dos preto que morrem na sociedade são verdes.
12% da sociedade inteira branca é nega.
50% dos pai preto com mãe nega dá filho preto.
25% da sociedade é preta.
75% da sociedade também é preta.

Anônimo disse...

se o paîs é ruim assim, faz algo pra mudar, ou entao vai morar na inglaterra ou na frança, que sao tao civilizados; mas que enriqueceram na base da exploraçao sem nenhuma ética de outros povos,e que acreditam em todas as merdas escritas neste post

Dot disse...

Eh isso ae!

Vamos começar um movimento de mudança!!!

Acho q todo mundo deve seguir as idéias do... er...er....
do... er.. veja bem...

Anonimato soh eh legal pra fazer piadinhas sujas. Pra vir aqui fazer discurso patriótico de merda e querer ser revolucionário IDENTIFIQUE-SE. Quer defender seu país, IDENTIFIQUE-SE! Quer que eu te trate com respeito e te dê uma resposta digna, IDENTIFIQUE-SE!

Seu... cara de melão!

Dot disse...

P.S.: Mesmo não merecendo respondo:

Querido cara de melão,

1. To fazendo algo pra mudar, toda eleição eu cumpro meu dever - não direito, porque direito seria opcional - e voto certo. Infelizmente, existem mais rubropodófilos como o senhor do que pessoas cerebradas como eu e a maioria sempre ganha.

2. Mudaria pra lá com prazer, mas, novamente infelizmente, é difícil conseguir visto dado que os brasileiros como o senhor fazem a fama de corruptos, vagabundos e sangue-sugas lá fora. E pra ser ilegal e tratado como lixo fico por aqui mesmo.

Pra qualquer outro que se sinta compelido a escrever algo aqui:

1. IDENTIFIQUE-SE! (A não ser que seja piadinha suja)

2. Faça uma piadinha.

3. E não me encha a paciência argumentando comigo. Gosto eh q nem cu, cada um tem o seu. Com a exceção do de bêbado... que não tem dono.

Gustavo Ferrari disse...

É Dot...
agora as eleições já passaram. Sei que fizemos nosso papel, mas estamos felizes com o resultado?
Meu candidato a vereador não foi eleito. Agora resta esperar se aqueles que foram eleitos vão fazer o papel deles.

Dot disse...

Cara, sem sacanagem, eu nunca consegui eleger ninguém.

Acho que tem alguma urucubaca, tipo pé frio mesmo.

Vou começar a votar em quem não quero pra ver se o cara perde.

Criptor disse...

Cara, sei que sua postagem data de quase 2 anos atras, mas ainda assim preciso vir aqui dizer que esse texto me abriu os olhos para algumas coisas. Não que eu não soubesse, mas quando a gente se depara com algo externo fica mais claro e mais fácil de percebermos fatos que habitam nossas mentes.
Estou copiando o texto do Jabor (mesmo sem saber se é dele) para postar no meu blog.
Ahh e com relaçao à imagem da bunda, ela não está mais como primeira imagem ao digitar "Brasil", mas continua sendo um belo exemplar das partes baixas da anatomia feminina.